Com greve iminente, Petrobrs recua e prorroga ACT at 31 de dezembro - Notcias | SindiPetro-LP
FNP
rea restrita
aos Associados

Com greve iminente, Petrobrs recua e prorroga ACT at 31 de dezembro

Com greve iminente, Petrobrs recua e prorroga ACT at 31 de dezembro

Nenhum direito a menos!

Com greve iminente, Petrobrs recua e prorroga ACT at 31 de dezembro

Diante da iminente greve nas bases da FNP, que seria iniciada por tempo indeterminado nesta quarta-feira (29), a Petrobrs foi obrigada a ceder numa das exigncias dos trabalhadores: a prorrogao da vigncia do ACT.

Em ofcio enviado nesta tera-feira (28) aos sindicatos da federao, a empresa informa que o atual acordo coletivo ser prorrogado at 31 de dezembro de 2017 ou at a celebrao de novo ACT, o que ocorrer primeiro.

O recuo da empresa fruto da mobilizao dos trabalhadores, que demonstraram disposio de avanar para a construo de uma greve forte. resultado tambm da ampla rejeio 2 proposta da companhia.

Outra exigncia da categoria, a apresentao de uma nova proposta, segue pendente. Em reunio com a FNP na tarde desta tera-feira (28), na sede da companhia, no Rio de Janeiro, o RH Corporativo informou que a expectativa de que uma nova proposta seja apresentada a partir do dia 11 de dezembro. Ainda na reunio a companhia tambm informou que a contraproposta encaminhada pela FNP, aprovada em todas as assembleias de suas bases, est sendo analisada pela empresa.

A categoria precisa intensificar a mobilizao para que esta carta de intenes se transforme em realidade. Este recuo demonstra que a mobilizao o instrumento mais eficiente para pressionar a Petrobrs e que, sim, possvel barrar a retirada de direitos e conquistar avanos.

O Sindipetro-LP seguir o giro por suas bases para dialogar com a categoria e manter o clima de mobilizao. Os atrasos nas unidades, somados aos dois seminrios realizadas na sede e subsede do Sindicato, demonstraram que possvel construir uma greve forte.

O momento de usar esta vitria para fortalecer ainda mais a campanha reivindicatria. Nenhum direito a menos! Sim, ns podemos!

Comentrios